Jerivá

Jerivá ou coquinho são dois nomes vulgares do Syagrus romanzoffiana, uma palmeira nativa da Mata Atlântica no Brasil, mas que pode ser encontrada em diferentes tipos de florestas, como restinga, floresta ombrófila densa, floresta estacional semidecidual, mata ciliar, mata paludosa, floresta estacional decidual, cerrado. Esta planta pioneira ocorre em solos muito úmidos, brejosos ou inundáveis.
Também é chamado de baba-de-boi, coco catarro, coqueiro, coqueiro-gerivá, gerivá, coquinho ou jeribá.

JeriváJeriváFolhas de 2-3 m de comprimento, espádice (cacho) de 80-120 cm de comprimento. A madeira é moderadamente pesada, dura e altamente resistente. Com grande durabilidade em água salgada. É utilizada localmente no preparo de estivados sobre os solos brejosos, pinguelas e trapiches em água salgada. É também altamente decorativa, que aliada a facilidade do transplante quando adulta, a transformaram na palmeira mais empregada na arborização urbana.
O fruto é amarelado e ovalado, avidamente procurado por diferentes espécies de animais, o que a torna recomendável para o plantio em agrupamentos mistos de áreas degradadas de preservação permanente. Além disso, os frutos são muito apreciados pelo ser humano, principalmente pelas crianças, sendo uma lembrança comum aos interioranos, a quebra destes coquinhos batendo com pedras, para alcançar as suas amêndoas.

Floresce quase o ano inteiro, porém com maior intensidade nos meses de setembro à março. A maturação dos frutos ocorre predominantemente nos meses de fevereiro à agosto. Os frutos maduros, podem ser colhidos diretamente na árvore ou no chão e sem despolpá-los podem ser utilizados para germinação de novas mudas. Devem ser semeados assim que colhidos, utilizando canteiros sombreados contendo substrato organo-argiloso. Cobrir os frutos com 0,5 cm do substrato, regar diariamente e, cobrir os canteiros com palha. A germinação é lenta, podendo durar de 3 a 5 meses. A taxa de germinação é superior a 60%.Jerivá – Cacho com coquinhosJerivá – Cacho com coquinhos

A semente germina em cerca de 100 a 150 dias, tendo um potencial de germinação de 50 a 79%. A folha tem a forma perenifólia e é usada como ração para o gado. A árvore fornece também o palmito para alimentação humana.
A madeira foi (ainda é) muito usada nas construções rurais como por exemplo o madeiramento de telhados, é utilizado para paisagismo ornamental e também para fazer reflorestamentos em áreas degradadas, preservação permanente, plantios mistos. Tem um crescimento moderado, com uma altura média de 10 a 20 metros, com estipe (tronco) de 30 a 40 centímetros de diâmetro. Pode ser encontrado em vários estados do Brasil, como: ES, GO, MG, MS, MT, PR, RJ, RS, SC, SP.

Dispersão: zoocórica.
Sinonímia botânica
Arecastrum romanzoffianum; Cocos romanzoffiana; Cocus plumosa.

Fontes:
LORENZI, Harri. Árvores Brasileiras – Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Árboreas do Brasil. vol.1, 3ª ed. Instituto Plantarum, Nova Odessa, SP, 2000,
Wikipédia – A enciclopédia livre: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jeriv%C3%A1