Araçá-Boi

Eugenia stipitata

Divisão Magnoliophyta
Classe Magnoliopsida
Ordem Myrtales
Família Myrtaceae
Gênero Eugenia
Espécie E. Stipitata

Nomes populares: Araçá-Boi

Planta de porte arbustivo, seus ramos partem diretamente do solo atingindo em média 3m de altura, pertencente a família das Myrtaceas a mesma da goiaba e jabuticaba, apresentando características aromáticas em suas folhas e frutos. O Araçá-boi é originária da região Ocidental Amazônica abrangendo além do Brasil, a Bolívia e Peru. Sua copa é esparsa, seu tronco de casca lisa e escamosa (característica da família) se ramifica em grande quantidade logo na altura do solo, suas folhas são opostas de consistência semi-coriácea (rígidas semelhantes a couro), suas flores são pequenas e brancas, de estames numerosos apresentando deicencia cimosa e florescem várias vezes ao ano

O fruto do Araçá-Boi é tipo baga, mole e aredondado, de coloração amarelo dourado e casca fina e aveludada tornando-o delicado quando maduro dificultando seu transporte por longas distâncias, de tamanho relativamente mediano, chegando a pesar cerca de 50 a 800 gramas, possuindo de 4 a 12 sementes. A polpa do Araçá-Boi é mole possuindo um sabor ácido e um aroma adocicado porém volátil, se perdendo após a abertura do fruto.

A utilidade do araçazeiro é extremamente dinâmica, suas folhas e ramos novos são matéria prima de corantes, suas raízes possuem propriedades diuréticas são consideradas antidiabéticas (porém ainda não foi comprovada tal aptidão), sua casca é utilizada em curtumes. Porém grande parte de sua fama se dá pelo fruto que possui uma alta quantidade de polpa.

Apresentando varias aplicações, desde o armazenamento da polpa para a preparação de sucos, geléias e sorvetes, até a confecção de doces, chocolates etc,sendo possível também seu consumo in natura. Possui grande potencial nutritivo contendo vitaminas A, B e C e altas taxas de carboidratos e proteínas, sendo considerado uma novidade no mercado nacional e internacional apesar de a muito já ser conhecido e utilizado pelas comunidades do Norte do Brasil.

O cultivo do araçazeiro é feito através de sementes, a planta chega a florar e frutificar em até 2 anos (o descascar das sementes para a semeadura acelera a germinação), e se adequadamente nutrido frutifica de 4 a 5 vezes no ano apesar de se adaptar bem a solos ácidos e pouco férteis, prefere luminosidade intensa desenvolvendo-se melhor em pleno sol.

Referências:

http://www.inpa.gov.br/cpca/areas/araca.html

http://www.cpafro.embrapa.br/embrapa/Artigos/aracaboi.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Eugenia_stipitata
http://portalamazonia.globo.com/artigo_amazonia_az.php?idAz=54