Amendoim

Arachis hypogaeae L.

Divisão Magnoliophyta
Classe Magnolipsida
Família Fabaceae
Subfamília Faboidae
Gênero Arachis
Espécie hypogaeae

Nome popular: Amendoim

A palavra Amendoim vem do tupi mandu’ wi e significa “enterrado”, isso se dá a peculiaridade desta planta que após a fecundação das suas flores o caule se enverga em direção ao solo onde seu fruto tipo vagem “enterra-se para alcançar a atração no seio da terra” (Rizzini e Mors et all) no processo de geocarpia

Planta sazonal de porte herbáceo atingindo menos de 80cm de altura, suas folhas são compostas divididas em 3 folíolos(característica da subfamília) onde em suas bases apresentam estruturas chamadas “pulvinos”, estes são estruturas que reagem a diferença de pressão osmótica podendo ocasionar o fechamento ou contração da folha (característica da família), com nervura peninervea. Suas flores pequenas e de coloração amarela são bissexuadas, e fazem autofecundação (autógamas) dispensando assim agentes polinizadores, são zigomorfas possui 5 pétalas livres diferenciadas pelo seu formato sendo elas denominadas de carena, alas e quilhas, 5 sépalas soldadas e possui 10 estames. Seu fruto é tipo vagem (legume).

Originário da América do Sul, é cultivado por diversas tribos indígenas na região Central e Norte do Brasil a gerações. As expedições de Marechal Rondon descrevem algumas variedades utilizadas pela tribo dos Nambiquara. Após a colonização européia o amendoim foi levado para a África onde se aclimatou muito bem.

Sendo um parente da soja, sua utilidade econômica se da na extração de óleo de suas sementes, onde seu potencial atinge de 40 a 50% do peso da semente, utilizado como combustível de lâmpada por mineiros na culinária entre outros fins, e nas sementes propriamente ditas utilizadas na alimentação animal e do ser humano, pede ser utilizado também como forrageira e seu farelo empregado na alimentação do gado leiteiro por ser um estimulante à lactação dos ruminantes.

Muito apreciado na culinária, geralmente recomendado para pessoas que apresentam dificuldades no aparelho digestivo por ser de fácil digestão. Suas sementes podem ser ingeridas in natura ou preparadas das mais diversas maneiras como aperitivos, acompanhamento de ratos, porções e etc atendendo diversos paladares e preferências.

O plantio de sementes descascadas é melhor e mais vantajoso do que o de vagens inteiras e o amendoim, sendo planta de ciclo curto, possibilita dois plantios anuais nas regiões de clima quente.

Referências:

ROZZINI, C,T; MORS, W,B; Botânica econômica brasileira, 2 ed, revisada e atualizada. – Rio de Janeiro: Âmbito Cultural.1995

http://www.criareplantar.com.br/agricultura/amendoim/index.php

http://pt.wikipedia.org/wiki/Amendoim